/ Gospel / Aps queimarem uma crist grvida de 4 meses, trs muulmanos so condenados morte
Imprimir Notcia

Tamanho da letra

27/05/2019 s 13:18 por Gospel
Aps queimarem uma crist grvida de 4 meses, trs muulmanos so condenados morte
crditos:

Um crime brutal contra membros da comunidade crist que vive no Paquisto, dessa vez, foi reconhecido e punido pelas autoridades do pas. Se trata de um caso ocorrido cinco anos atrs, quando uma mulher crist grvida de quatro meses e o seu marido foram queimados vivos por muulmanos.

No satisfeitos, os muulmanos pegaram a mulher e a enrolaram em algodo, ateando fogo em seguida. Na poca, ela estava grvida de quatro meses. De forma semelhante, o seu marido tambm foi incendiado. o casal foi jogado no forno de uma fbrica de tijolos por uma multido de cerca de 100 muulmanos da provncia de Punjab.

Durante esses anos o caso foi protelado na Justia do Paquisto, at que no ltimo dia 16 de maio saiu uma sentena, condenando trs muulmanos morte pelo assassinato dos cristos. Outros dois muulmanos foram absolvidos. O grupo foi apontado como os provocadores do atentado cruel, segundo a ACI Digital.

O casal cristo, j naquela poca, tinha dois filhos e duas filhas. A acusao de ?blasfmia? tem sido apontada como um grave problema jurdico no Paquisto, visto que muitos extremistas utilizam essa acusao como forma de perseguio religiosa.

O casal cristo, identificado como Shama Bibi, de 24 anos, e Sajjad Maseeh, de 27 anos,  foi acusado de blasfmia na cidade de Kot Radha Kishan, a 60 quilmetros ao sudeste de Lahore em 2014. Por conta disso, um grupo de muulmanos instigou uma multido de outros extremistas para retaliar o casal, espancando eles.

A crist Asia Bibi, que ficou quase dez anos em uma priso no Paquisto, tambm foi acusada injustamente de blasfmia, aps tomar gua no mesmo recipiente de um grupo de mulheres muulmanas e testemunhar a sua f crist para elas.

Asia Bibi foi inocentada das acusaes e atualmente Bibi vive com o seu esposo e cinco filhos no Canad, na condio de refugiados, por causa das ameaas de morte que ainda existem contra ela e sua famlia.





Espalhe por a


Comentrios
Deixe seu comentrio